7 tecnologias impulsionadoras da logística 4.0

Compartilhe:
RSS
Facebook
LinkedIn
Instagram
Twitter
Follow by Email

A tecnologia é uma das molas propulsoras da Logística 4.0 e, neste sentido, os modelos de gestão precisarão estar alinhados com este novo cenário. Conhecer as possibilidades proporcionadas pela tecnologia em seu negócio é essencial.

Entretanto, os gestores precisam estar atentos para não cair na tentação do uso da tecnologia como um “modismo” e sim como uma ferramenta que possibilite a melhoria nos processos de gestão.

Junto com a tecnologia, precisamos estar atentos a otimização dos processos (internos e externos), procurando sempre manter aqueles que agregam valor ao cliente. Implementar tecnologia sem revisão dos processos, pode gerar custos desnecessários, bem como, poderá não trazer os resultados desejados.

Outro aspecto importante quanto a tecnologia é a capacitação das pessoas para que estas façam o melhor uso da mesma. Muitas vezes, trazemos tecnologias muito avançadas para nossa organização, mas esquecemos de capacitar as pessoas que estarão lidando com ela.

Em relação as tecnologias que estão impulsionando a Logística 4.0, gostaria de destacar:

  • IoT – A Internet das Coisas que viabiliza, cada vez mais, as trocas de informações em tempo real é uma das grandes responsáveis por esta nova revolução;

  • Fábrica Inteligente – Integração em tempo real com as demandas e a flexibilidade de responder forma ágil e eficiente marcam esta revolução;

  • Manufatura Aditiva – Impressora 3D – Equipamentos que possibilitarão a impressão de peças, partes e até produtos inteiros, no local desejado pelo consumidor;

  • Big Data – Tecnologias e sua capacidade de coletar e analisar grande volume de dados. A tecnologia pode ser aplicada nos mais variados tipos de negócios e auxilia empresas, de todos os portes, com informações importantes sobre seus negócios, sobre seus consumidores e, inclusive, na tomada de decisões de mercado;

  • Autoconexão e Automação – A chave para mais eficiência e competitividade logísticas. Contêineres movimentados por equipamentos e com extremada sincronia e máxima eficiência, em qualquer horário e clima, sem fadiga.  Utilização máxima e evitar ao mínimo a ociosidade, é o foco do novo comércio global e a condição para ser competitivo;

  • Inteligência Artificial – Computação que busca simular a capacidade humana de raciocinar, tomar decisões, resolver problemas, dotando softwares e robôs de uma capacidade de automatizarem vários processos;

  • Sistemas Ciber-físicos – Fusão entre o mundo físico e digital. Todos os objetos e processos na fábrica tem um irmão gêmeo digital.

Muitas das tecnologias mencionadas acima já estão em funcionamento pleno e, algumas irão se consolidando ao longo dos próximos anos.

O segmento do varejo, por exemplo, vem sendo um dos que vem buscando um maior uso destas tecnologias. Temos por exemplo os armazéns automatizados da Amazon que também vem buscando implementar entregas de produtos por drones e, recentemente lançou um produto que permite ao usuário desbloquear a mala de seu carro para que um produto seja deixado, pelo entregador da Amazon, dentro dela.

Muitas indústrias de bens de consumo também já vêm fazendo uso destas tecnologias, principalmente no que se refere a autoconexão e automação e, o uso de impressoras 3D. A Forbes publicou o artigo “2015 Roundup of 3D Printing Market Forecast and Estimates” que apresenta dados sobre o Mercado e a utilização da impressão 3D. Segundo o texto, estima-se que 67% da indústria manufatureira americana já está usando impressoras 3D e que o mercado de impressão 3D global vai crescer de US $ 1.6b em 2015 para US $ 13.4B em 2018.

Temos também as “cidades inteligentes”, onde através do uso da Iot (Internet das coisas), a cidade passa a estar toda interligada (transporte público, sinais de trânsito, segurança ….) e através desta interligação disponibiliza em tempo real diversas informações relevantes para a população e para a tomada de decisão dos órgãos competentes.

Como profissionais de logística, precisamos conhecer estas tecnologias e, entender como e quando elas podem ser incorporadas aos nossos negócios.

Hélio Meirim – CEO da HRM Logística Consultoria & Treinamento, tendo atuado, por mais de 20 anos, no Brasil e no exterior, em cargos executivos de empresas nacionais e multinacionais nos segmentos de Operadores Logísticos, Transportadores, Varejo, E-Commerce, Indústria Farmacêutica, Alimentícia, Siderúrgica, Química e Agrobusiness. Mestre em Administração, é estudante, pesquisador, professor, escritor e palestrante em diversos eventos nacionais e internacionais. Coordena a Comissão de Logística do Conselho Regional de Administração – RJ e é fundador do Clube da Supply Chain.

Por dois anos recebeu a moção honrosa por serviços relevantes prestados à profissão de Administrador, concedida pela ALERJ – Assembleia Legislativa RJ.

Deixe uma resposta