Web Summit: cobertura da maior conferência de tecnologia, empreendedorismo e inovação da Europa feita pela GetYuppy

Compartilhe:
RSS
Facebook
LinkedIn
Instagram
Twitter
Follow by Email

Desde 2016, o GetYuppy vem cobrindo a Web Summit, maior conferência de tecnologia, empreendedorismo e inovação da Europa, que vem sendo realizada em Lisboa, Portugal.

A cada ano, a conferência tem crescido, se expandido e se estruturado cada vez mais para receber pessoas do mundo todo que vem à conferência ávidos por conhecimento, troca de experiências, contatos, investimentos e parcerias. Em números, nesta edição de 2018, foram quase 70.000 participantes, de 159 países, 1.200 palestrantes, 2.500 jornalistas, 24 palcos, 1.800 startups, 1.500 investidores, mais de 20 mil empresas. Segundo a organização, eles estimam que os participantes tenham caminhado cerca de 935.604 km durante os 4 dias da conferência.

Com tantos temas interessantes para ver,  difícil era escolher o que assistir entre o Centre Stage (palco principal) e os outros 24 palcos espalhados pelos 4 pavilhões com os mais variados temas (Auto/Tech & talk Robot, Binate.io, Creatiff, CryptoConf, ContentMakers, DeepTech, Forum, FullSTK, Growth Summit, Health Conf, Modum, MonetConf, MusicNotes, PandaConf, Planet:tech, SaaS Monster, Sports Trade, startup University, UnBoxed, Pitch 1, Pitch 2, Pitch 3, Machine Demo). Sem contar com os workshops oferecidos nos stands das empresas parceiras como Amazon, Booking, Delta Café entre outros.

Entre as grandes personalidades do mundo da tecnologia, tivemos Tim Berners-Lee (Inventor da World Wide Web), Tony Blair (ex-primeiro ministro do Reino  Unido e hoje Chairman do Tony Blair Institute for Global Change), Ev Williams (CEO & FounderMedium), Greg Peters (Chief Product Officer, Netflix), Gillian Tans (CEO, Booking.com), Kenny Ewan (CEO & FounderWefarm), Carl Henderson (CTO & co-FounderSlack), Stephen Kaufer (CEOTripAdvisor), Sean Rad (FounderTinder), Jacquelline Fuller (Presidente, Google.org), Nikolay Storonsky (CEO & FounderRevolut), Marcelo Pascoa (Global Head of Brand MarketingBurger King), Ben Rattray (CEOChange.org), Grazia Vittadini (CTOAirbus), Stephen Attenborough (Commercial DirectorVirgin Galactic) Sim, é muita gente bacana e gostaríamos de ter escutado todos eles mas como tantos temas e tudo acontecendo ao mesmo tempo se torna impossível. Um dos maiores desafios para todos que vão ao WebSummit é ter foco. Nessa Disneylândia da tecnologia, inovação e empreendedorismo, mesmo que se faça uma agenda, ela pode ser alterada a todo e qualquer momento.

Houveram temas incríveis como o apresentado pela Lilium Aircraft, que está desenvolvendo uma aeronave elétrica com cinco lugares que pode decolar e aterrissar verticalmente, e transformar uma jornada de 1 hora de tráfego na estrada em um glorioso vôo de apenas 10 minutos. Sairah AshmanCEOWolff Olins, falou sobre como as marcas se desenvolveram ao longo da história e como elas deverão se apresentar em 2050, compartilhou previsões e explorou o significado delas na prática. Matt Barnard,CEO e Co-founder, Plenty, explorou como cultivo indoor pode produzir alimentos sustentáveis deliciosos ​e acessíveis a todos, trazendo assim a agricultura para perto das principais cidades do mundo. Com a expectativa de que bilhões de novas pessoas se somem à população global até 2050, será necessário que cultivemos 40% mais alimentos do que produzimos hoje.

Mapa do EventoPara quem tem startup, é investidor ou faz parte do ecossistema de startups, é muito interessante visitar o halls de startups (que se dividem de acordo com o seu estágio: alfa, beta e growth). A cada dia mudam as startups, e uma nova visita por todos os pavilhões se faz necessária.

Para caminhar tanto, se torna obrigatório um bom tênis ou sapato que seja confortável. De uma ponta a outra demorava cerca de 18 minutos (mapa visual dos palcos da WebSummit na foto ao lado). Uma forma de otimizar o tempo era usar um dos patinetes elétricos que agora fazem parte do meio de transporte em Lisboa. Bicicletas são coisa do passado. Por todo lado, podia-se ver os patinetes. Não experimentamos mas ficamos muito tentadas!..

Entre as novidades desse ano, encontramos o stand da Apex-Brasil e o stand da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), que pela primeira vez participaram do evento e realizaram alguns eventos em paralelo visando a colaboração e desenvolvimento de negócios entre portugueses e brasileiros. Fernando Rieche e Bruno Rodriguesdo BNDES Garagem, apresentaram no stand da ABDI, o novo programa  de aceleração às potenciais startups que participavam da conferência. Os stands brasileiros foram os meeting points de vários empreendedores, investidores, empresários, consultores e profissionais brasileiros que estiveram por lá. Entre eles: Rodolfo Medina (Presidente, Artplan)Marco Antonio Vieira Souto (Diretor Geral, Artplan), Felipe Novaes (Managing Director LatAm, The Bakery London)Maurizio  Calcopietro (Business AngelRed Angels), Nuno Rebelo de Sousa(Presidente, Federação das Câmaras Portuguesas) entre tantos outros.

Startups > Entre as milhares de startups que estavam espalhadas pelos pavilhões, as preferidas pela equipe da GetYuppy, foram: a Ask a Local (http://askalocalapp.com/), uma plataforma que evita o grande problema entre muitos viajantes: fake reviews. Através dele, é possível perguntar diretamente aos moradores locais as melhores dicas sobre atrações turísticas, onde comer, fazer compras e muito mais.

Outra que gostamos muito foi o FamiliPay (https://familipay.com/). Voltado para famílias de pais separados, essa plataforma que será lançada em janeirode 2019 tem o intuito de auxiliar a comunicação do casal com filhos, organizando toda a agenda de tarefas, dias de visita, e principalmente no que se diz em transações financeiras – o sistema bancário é conectado, e não é necessário sair do software para enviar dinheiro. Segundo Milos Kostic, desenvolvedor vindo da Sérvia, “Nosso serviço ao mesmo tempo que aproxima a relação, consegue manter a distância saudável entre o casal. Há muitas pessoas que não se sentem à vontade em usar o WhatsApp ou Facebook para falar com a ex-mulher, ou ex-marido”.

Entre as startups brasileiras, encontramos a Dentro da História (https://www.dentrodahistoria.com.br) considerada umas das 7 edtechs pra ficar de olho no futuro. A proposta da editora é fazer com que a criança faça parte da história. Pode-se criar um avatar personalizado da criança e inclui-la numa história da Turma da Mônica por exemplo. Dessa forma, o interesse pela leitura cresce, o imaginário da criança é refletido nas páginas de um livro único projetando características de liderança, valores e habilidades de socialização. Com a história pronta ainda é possível imprimi-lo e recebê-lo em casa.

Alguns stands se destacaram pelas ativações criativas e inovadoras para chamar a atenção do público. Um deles foi o da Mercedes Benz em parceria com a Taxify (aplicativo similar ao Uber). Quem chegasse no stand poderia realizar uma entrevista de emprego para as diversas áreas disponíveis na empresa. Porém, para que isso acontecesse, o candidato entrava dentro de um taxi Mercedes Benz, modelo anos 60 (foto), com o recrutador e tinha até três minutos para falar sobre si próprio e ser analisado. Os cargos variavam entre as áreas de inovação e desenvolvimento de projetos e produtos da Mercedes Benz. 

No palco de Startups Workshops, ouvimos novamente Saalim Chowdhury, sócio da 500 Startups. Esse ano, ele não veio vestido de unicórnio mas trouxe novamente vários mini unicórnios que volta e meia lançava para a platéia. Segundo ele, crescimento é sobre conexão humana. Você só faz negócios, investe em uma empresa, trabalha para alguém se possui empatia, se acredita, admira o outro. Todos temos necessidade de conexão funcional, social e emocional. Fato.

Mais uma vez, a Booking.com investiu numa área dedicada à mentoria gratuita oferecida às mulheres na tecnologia. O agendamento é feito previamente antes do evento e sem dúvida tem ajudado muitas empreendedoras na saga do empreendedorismo digital. (foto na galeria)

Google Lens e Pinterest Lens  > Ambos aplicativos muito parecidos, as duas empresas agora possuem o serviço de busca de imagens através da própria câmera do usuário. O aplicativo Google Lens, por enquanto só funciona para Android, pesquisa quase todas as coisas que colocarmos diante da câmera. Gostou do sapato de seu colega de trabalho? Tire uma foto e o app faz uma pesquisa mostrando modelos parecidos e facilitando a busca para compra e informações.
Já o Pinterest Lens foi abordado na conferência de Ben Silbermann, CEO e co-fundador do Pinterest. Ao ser questionado sobre qual a diferença entre o Pinterest e o Instagram, Ben explicou que a principal diferença é a inspiração. Segundo ele, “O mindset dos usuários ao usarem o Pinterest é muito diferente de quando se usa uma rede socialA busca pela inspiração e gostos pessoais é que o sustenta a plataforma do Pinterest como algo único. É como se o usuário emergisse em uma plataforma onde não é julgado pelos seus gostos e emoções”. 

SaaS > Brad Smith, presidente da Microsoft, disse que devemos prever quais habilidades as pessoas terão no futuro. “Hoje, estamos pedindo às máquinas e robôs que façam coisas que as pessoas costumavam fazer.  Toda questão ética da humanidade é agora uma questão ética para computadores, tais como: segurança, acessibilidade, necessidade de transparência, como treinamos as pessoas. Ética é e será uma busca para o resto das nossas vidas”. Alertou ainda que o reconhecimento facial é a maior questão para a inteligência artificial e precisa ser regulamentado para que a sociedade se sinta confortável.

Wellness > Alex Tew e Michael Acton Smith, ambos Co-founders e Co-CEOS, Calm, aplicativo #1 para meditação e mindfullness também esteve no WebSummit. O aplicativo oferece meditações guiadas para ajudar a lidar com a ansiedade, diminuir o stress e a dormir melhor.  Alex e Michael falaram sobre como uma mente calma é uma mente criativa. Michael afirmou: “Eu acho uma loucura como as pessoas não cuidam da mente tanto como cuidam de seus corpos”. Realmente, devemos concordar que a mente é muito mais importante do que corpos sarados. De qualquer forma, a questão de wellness (meditação, mindfulness, yoga) tem crescido muito nos últimos anos. Todas grandes empresas começaram a adotar e a incentivar seus funcionários a meditar e a praticar minduflness. Até Harvard já validou e atestou sua importância. Na WebSummit, o Google compartilhou seu stand com a HeadSpace e ofereceu um espaço para meditação e aula de yoga aos participantes. Foi um sucesso, sempre que passava em frente ao stand as filas eram longas.

O algoritmo para facilitar nossas vidas > A inteligência artificial foi tema de várias conferências durante os quatro dias do Web Summit. Destaque para a robô Sophia (já foram criadas 16 iguais), trazida novamente  à conferência pela SingularityNET. Ano passado, estivemos na conferência para a imprensa e ficamos impressionados quando ela nos olhou. ‘Causou muita impressão’ (como dizem  os portugueses). De fato, parecia uma pessoa a nos olhar. 

Unindo à mesma temática, tivemos Greg Forgatch, que é fundador do e-Harmony, aplicativo para encontrar novas amizades e relacionamentos.  Durante a palestra sobre “Como machine learningpode ajudá-lo a encontrar amor”, ele contou sobre como a inteligência artificial auxilia neste processo, através da elaboração de um questionário com 150 perguntas, que facilita na busca de casais com perfis bastante semelhantes.  Segundo Greg, as opiniões sobre ter votado a favor ou não do Brexit ou o governo de Donald Trump também contam, e fazem parte do processo de pesquisa. “As pessoas muito felizes possuem 30 traços específicos. Casais com muitas diferenças possuem atritos frequentes. Já os que são similares conseguem conviver de forma mais fácil e harmoniosa”. Em outras palavras, segundo ele, casamentos/ relacionamentos de pessoas que tem gostos, valores e comportamentos similares tendem a ser mais duradouros. Ele citou um exemplo bem interessante: às vezes um deseja uma carreira e é visto pelo outro como ambicioso enquanto este enxerga o outro como preguiçoso. As diferenças trazem percepções diferentes em relação ao outro; o que com o tempo acaba distanciando os casais.

Os dados são o novo petróleo > Uma das conferências mais esperadas da Web Summit foi a de Christopher Wylie, ex diretor da Cambridge Analytica, que contou sobre a denúncia que fez à empresa na campanha política de Trump. Ele pediu demissão em 2016, antes das eleições acontecerem, e revelou que foi ameaçado de processo pelo Facebook.

Já Young Sohn, Presidente e Chief Strategy Officer da Samsung, outra figura muito esperada no evento, apresentou dados chocantes da quantidade de troca de informações que ocorrem atualmente nas principais redes sociais em cerca de apenas 60 segundos (foto na galeria). Ele afirma que o mesmo é uma grande oportunidade para o futuro, “Os dados são intangíveis, e podem ser considerados o novo petróleo”.

Ao mesmo tempo, o excesso de dados pode ser fatal, e Young acredita que o Facebook está fazendo um clone digital de toda a sociedade, por conta de todo o poder que tem nas mãos.

 

Women inTech > Paddy Cosgrave tem sido um grande incentivador quanto ao aumento do número de mulheres na tecnologia e todo ano distribui ingressos gratuitos ou a preços bem reduzidos (cerca de apenas 30 euros) para mulheres que desejam atender a conferência. No último dia chamou todas que estavam ao Palco Central da Altice Arena para subirem até o palco para uma foto com ele e pediu aplausos para a platéia. Foi emocionante. Esperamos que mais homens na tecnologia se inspirem em Paddy e façam o mesmo, o mundo e as empresas agradecem. Segundo a pesquisa “Delivering through diversity“, da consultoria McKinsey empresas lideradas por mulheres rendem, em média 21% a mais do que a média no país em que estão inseridas. Empresas com baixo percentual de diversidade desempenham cerca de 30% menos do que a média. Sim, são dados reais (leim a pesquisa no link acima).

 

O evento foi encerrado pelo presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza, que em 20 minutos, com sua incrível capacidade de síntese e praticidade, falou sobre o futuro das tecnologias, os desafios, e o que ele espera do evento nos próximos anos. Seu objetivo é que a cada ano o WebSummit se torne melhor que a edição anterior e tornar Portugal o maior hub tecnológico de inovação e empreendedorismo da Europa. Alguém duvida?

A boa notícia para quem ainda não foi e ficou curioso, é que o evento se repetirá em Lisboa por mais 10 anos. Os dias lindos de sol, a temperatura amena, a intensidade de negócios, informações e troca de conhecimento durante o dia, a excelente gastronomia e hospitalidade portuguesa,  aliadas ao clima de festa e networking à noite nos eventos do Sunset Summit e Night Summit parecem ser a fórmula certa para o crescimento do evento a cada ano.

Para nós, os dias na WebSummit são uma verdadeira maratona, bastante intensa e apaixonante. No ano que vem esperamos estar de volta para cobrir as novidades de 2019. Sigam-nos nas redes sociais e acompanhem nossa cobertura de eventos de empreendedorismo, inovação e tecnologia assim como sugestões de eventos locais 🙂

No final deste mês, acontece outros dois eventos que prometem: o Chapter da Singularity Universityno Rio de Janeiro (https://beexponential.eventbrite.com) e o CASE em São Paulo (goo.gl/S3iTrQ). Essa semana divulgaremos link de 30% de desconto para o CASE, fiquem ligados! 😉

Rebeca e Daniella no Sunset Summit

Grande abraço à todos!
Daniella Meirelles, Editora e Fundadora
com Rebeca Gasperini

Sobre a WebSummit
A Web Summit, maior conferência de tecnologia, empreendedorismo e inovação da Europa foi lançada em Dublin, por Paddy Cosgrave em 2010. Em 2016 passou a ser realizada em Lisboa, trazendo novos visitantes para a cidade que está em constante crescimento e rejuvenescimento.

Sobre o GetYuppy
Plataforma agregadora de eventos, ganhadora do 3˚lugar na NAVE, considerada melhor programa de pré-aceleração no Brasil. O GetYuppy cobre eventos de empreendedorismo, tecnologia e inovação, oferece descontos, promoções de ingressos e sugestões de eventos locais no Rio de Janeiro relacionados à diversão, educação, gastronomia e cultura.

Fonte: http://www.getyuppy.com/getyuppy-cobre-pelo-terceiro-ano-o-websummit/

Deixe uma resposta